Informações Gerais
Organização: Clube Português de Orientação e Corrida (CPOC)
Co-Organização: Câmara Municipal de Lisboa e Federação Portuguesa de Orientação
Director de prova: Luís Jacinto
Planeamento de percursos: Luís Santos
Cartógrafos: Tiago Aires, Raquel Costa, Luís Sérgio e Luís Santos
Supervisor FPO: Alexandre Reis

Segurança
A – Os caminhos e estradas estarão abertos ao trânsito e, sendo certo que não há muito tráfego automóvel na zona de Monsanto, há zonas urbanas onde o evento irá decorrer que obriga à travessia de estradas com bastante tráfego. Haverá passagens obrigatórias definidas no mapa, mas a travessia das vias mais transitadas deverá ser efetuada com cautela.
B – Os primeiros socorros estarão junto ao local de concentração (Espaço Monsanto). Caso haja necessidade, poderão usar o telemóvel de contacto da organização (922 075 283) ou o número nacional de emergência (112) que irão também estar disponível nos mapas do evento.
C – Monsanto é uma floresta plantada em cima de antigas pedreiras, algumas bastante escondidas pela vegetação. Em percursos guiados, o traçado evita sempre abordar falésias em sentido descendente, mas com o sistema de pontos "soltos" do rogaine, tal não é opção e deverão ser os participantes a fazer uma cuidadosa leitura do mapa e a deslocarem-se com cautela em zonas de menor visibilidade.

Solo Duro
Haverá solo duro disponível no Pavilhão Celorico Moreira em Miraflores (38.708184, -9.225945), Av. Bombeiros Voluntários de Algés 75, 1495-027 Algés.
A utilização apenas está autorizada após as 23h00m do dia 4 de Novembro (6ª feira), uma vez que estarão a decorrer actividades no local, mas pode-se entrar no pavilhão antes dessa hora.

Banhos no final da prova
Os balneários do evento serão no campo de futebol do parque do Calhau (38.738338, -9.177275), 1200 m a pé do centro do evento ou 1500 m de carro.

SportIdent
Nesta prova será utilizado o sistema electrónico SportIdent.
Cada atleta leva, além do mapa, um chip de controlo electrónico (a organização aluga a quem não tiver).
A equipa comprova a passagem por cada ponto de controlo após inserir o chip na unidade de leitura da respectiva baliza (cerca de 1 segundo até ouvir um bip).
Os pontos devem ser controlados por todos os elementos da mesma equipa, sendo que esse controlo não poderá exceder 1 minuto de diferença entre todos os elementos de uma mesma equipa. À chegada os dados do chip são lidos para verificar a execução do percurso.
Relembramos, que em caso de falha do sistema SportIdent, deverá ser picotado um dos quadrados de reserva do mapa.

Regulamento
O regulamento de competição do evento faz parte do Regulamento de Competições oficial da FPO, nomeadamente da página 55 à 59, artigos 137º a 157º.
http://www.fpo.pt/www/images/fpo/regulamentos/fpo/2016/regulamento%20competicoes%202016_06mai%20compressed.pdf

Outras informações
- O Secretariado estará aberto no Espaço Monsanto entre as 08h00 e as 15h00 do dia da prova.
- O local de estacionamento será no mesmo local para os primeiros a chegar. Como o espaço é limitado e caso haja um número elevado de participantes, haverá um segundo espaço de estacionamento a 600 m no Parque da Serafina.
- Primeiros socorros nos locais de chegada.
- As áreas de prova são de acesso livre e não estarão interditas, embora haja zonas do evento que só serão conhecidos no dia da prova.
- Não será autorizada a partida/participação do atleta que não tiver o peitoral devidamente fixado no seu equipamento. O peitoral será entregue pela organização.
- Recolha de chaves e sacos no secretariado.
- Há serviço de bar disponível perto do Espaço Monsanto.
 
Apoios

Federação Portuguesa de Orientação Câmara Municipal de Lisboa